Indicadores de Manutenção: O que são e como calcular o MTTR e MTBF

Proportion
Categories: Business

Dando continuidade a nossa série sobre indicadores e métricas, hoje vamos abordar um pouco sobre manutenção. Se você ainda não leu os artigos anteriores da série, você pode acompanhar nos links abaixo:

Quando trabalhamos com máquinas e equipamentos durante qualquer processo é muito importante que estes funcionem, e de forma correta, a maior parte do tempo disponível. Para isso, precisamos gerenciar suas performances abrangendo desde as falhas até o tempo de parada dos equipamentos.

Para gerenciar as falhas, o tempo de indisponibilidade e a sua capacidade de solução dessas falhas existem dois indicadores muito importantes. São eles:

  • MTBF (Mean Time Between Failures) – Tempo médio entre falhas.
  • MTTR (Mean Time To Repair) – Tempo médio para reparo.

A diferença entre o MTBF e o MTTR

Quando falamos do tempo médio entre falhas, ou MTBF, estamos nos referindo a média de tempo que uma falha ocorreu até a próxima falha ocorrer novamente. Já o tempo médio para reparo, ou MTTR, é a média de tempo que se leva para executar um reparo após a ocorrência da falha.

De forma hipotética, imagine a situação que a principal máquina envolvida no seu processo de produção tenha um MTBF de 8 horas e um MTTR de 40 minutos. Isso significa que aproximadamente a cada 8 horas a sua máquina irá parar, e que levará 40 minutos até ser reparada.

Sendo assim, sabemos que quanto maior for o seu MTBF, melhor. E quanto menor for o seu MTTR, melhor.

Agora que entendemos um pouco sobre o que é o MTTR e o MTBF, vamos para as fórmulas de cálculo.

Para calcularmos o MTBF e o MTTR precisaremos basicamente de três métricas.

  • TD = Tempo Total de Disponibilidade, é o tempo que o equipamento deveria estar funcionando caso não houvesse nenhuma parada ou intervenção.
  • TM = Tempo Total de Manutenção, é o tempo que o equipamento ficou parado devido as paradas de manutenção.
  • P = Número de Paradas, é a quantidade de vezes que o seu equipamento parou e necessitou de reparos.

Cálculo do MTBF

MTBF = (TD – TM) / P

Por exemplo: Imagine que um equipamento devesse funcionar durante 24 horas. Neste período ficou parado por 3 horas, decorrentes de 2 paradas. Temos:

  • MTBF = (24 – 3) / 2 = 10,5 horas

Esse indicador nos revela que, em média, a cada 10 horas e meia deverá haver uma falha no equipamento, gerando atrasos, e prejuízos no processo.

Cálculo do MTTR

MTTR = TM / P

Seguindo o nosso exemplo anterior, temos:

  • MTTR = 3 / 2 = 1,5 horas

Agora podemos dizer que a cada 10,5 horas o nosso equipamento deverá apresentar alguma falha, deixando-o indisponível por aproximadamente 1,5 horas.

Disponibilidade

Existe ainda um terceiro indicador que é a disponibilidade. Num cenário perfeito, um equipamento deve ficar 100% disponível. Isso significa que todas as paradas para manutenção deveriam ser programadas e realizadas no seu período de ociosidade.

Para calcular a disponibilidade usaremos os resultados que já obtivemos com os nossos dois indicadores anteriores.

MTBF / (MTTR + MTBF)

Aplicando os valores encontrados, temos:

  • Disponibilidade = 10,5 / (1,5 + 10,5) = 0,875 ou 87,5%

Conclusão

Como já comentamos antes, indicadores de performance devem servir como referência para tomada de decisão. O nosso papel como analistas é olhar para esses números e entender o motivo de estarem sendo apontados.

O MTBF indica basicamente a confiabilidade de um sistema, e o MTTR a eficiência nas ações corretivas do processo. Por exemplo, se o seu MTBF está caindo após uma intervenção, isso pode indicar algum falha no processo de manutenção. O nosso objetivo é tornar o MTBF o maior possível.

Já com o MTTR, o nosso esforço deve ser exatamente o contrário, reduzindo-o o máximo possível. Isso indica que a sua companhia tem intervenções e soluções rápidas, tornando o sistema o mais produtivo possível.

Adendo: Neste artigo nos referimos a sistemas e equipamentos que podem ser reparados. Para sistemas que não existe reparo ao falhar, e necessitam ser substituídos, existe um outro indicador conhecido como MTTF (Mean Time To Failure), que pode ser assunto de um outro artigo.

Agora é com você, deixe nos comentários sobre quais áreas deseja conhecer alguns de seus indicadores e métricas. Até o próximo artigo.

Ps. Se quer conhecer mais sobre como calcular essas métricas e indicadores no Power BI, inscreva-se no meu canal no Youtube. Lá eu posto dicas e tutoriais sobre Excel e Power BI.

Related Post

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *